Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos De Todos Os Tipos E Feitios

Meia década..diabos de coisa, o tempo passa depressa

Parece que foi ontem que estava sentada em frente ao meu computador fixo, com internet da sapo com o tráfego tão limitado que até doía, que decidi que ia passar os meus desabafos mais brilhantes para um blog. Mas não,não foi ontem, já lá vão 5 anos.

 

Porquê um blog? Porque na altura uma estação de rádio tinha um concurso onde posts de blogs podiam ser lidos num programa de radio, ou algo do género. A ideia inicial era criar um blog conjunto com uma amiga minha e concorrer, isso não aconteceu e um dia decidi criar eu um. 

Porquê o nome "desabafos de todos os tipos e feitios"? "Desabafos" porque era o que me diziam os meus colegas em resposta às minhas teorias "de todos os tipos e feitios" porque o blog não ia ter nenhum tema em particular e a frase tem uma certa piada.

 

Pronto, respondi a duas questões colocadas por mim mesma, com o objectivo da resposta ficar registada para a posterioridade, não vá eu esquecer-me.

 

Um dia destes estava a ver vídeos de um determinado youtuber, o que é novidade para mim, visto que pela primeira vez na minha existência tenho net com tráfego ilimitado, e fiquei com uma certa vontade de fazer este blog também em versão "vlog", porquê? porque os meus posts (os que têm piada) acompanhados com as minhas expressões faciais, mais piada tinham. Mas decidi não o fazer, primeiro porque falar para uma câmara é esquisito, segundo porque iam-me cair todas as pessoas adoráveis e fofinhas que andam pela internet a fazer os seus comentários lindos e amorosos característicos (isto no melhor dos casos, se alguém se dignasse responder). Assim pronto, dedico-me só à escrita e deixo o vídeo para quem tem jeito para aquilo.

 

Pronto é isso, obrigada a quem continua a ler, obrigada a quem começou agora, desculpem o tempo que estive ausente, foi pura falta de inspiração.

 

E que venham mais 5!! (reparem que a hora deste post é a mesma que a do 1º post)

Leva tudo, mas não o bacalhau!

A crise afecta muita coisa, mas o bacalhau está em alta! (ver noticia aqui ) Não é de estranhar uma vez que o bacalhau está muito ligado à cultura portuguesa, diria mesmo que de uma forma geral, se tirassem o bacalhau ao povo tiravam-lhes tudo. Até já estou a imaginar a adaptação da musica da Ágata Comunhão de bens:

 

Cobras impostos,
Podes levar o que pertence a ti
Cobras impostos,
Podes levar o que pertence a mim
Cobra impostos,
Leva contigo o que te apetecer
Cobra impostos,
Mas deixa-me bacalhau para comer
Não me leves a coisa mais querida
Que como todos os Natais
Não me tires a minha comida
É do bacalhau que eu gosto mais.

 

(Refrão)
Podes ficar com as jóias, o carro e a casa
Mas não fiques com o bacalhau.
E até as contas do banco, e a casa de campo,
Mas não fiques com o bacalhau.
Podes ficar com o subsidio, ou pagá-lo em duodécimos
Mas não fiques com o bacalhau
Tira-me tudo na vida, e o mais que consigas,
Mas não fiques com o bacalhau.

 

Cobras impostos,
Podes levar daqui tudo o que houver
Cobras impostos
Eu até pataniscas quero fazer
Cobras impostos,
Leva os tachos e o os trens
Cobra impostos,
Até prescindo dos meus pães

 

Mas não leves essa coisa mais querida
Que é meu
Não posso largar
Mesmo com a crise vou à loja
E é bacalhau que quero comprar!

O Natal é quando um homem quiser, e o presidente da Venezuela quer que seja em Novembro

É mesmo o que o titulo diz, o senhor presidente da Venezuela Nicolás Maduro decidiu que adiantar o Natal era a medida mais eficaz para tornar a população mais feliz, diz mesmo que "é a melhor vacina para qualquer pessoa que queira criar distúrbios e violência" (ver noticia aqui )

 

Ora uma coisa é certa: de prendas de Natal, os Venezuelanos provavelmente não vão receber bens essenciais, como leite porque simplesmente não há, mas têm motivos para estar felizes, porque afinal é natal!!  Entre bens essenciais ou Natal um mês mais cedo, parece-me obvio que o que deixa uma pessoa feliz, é poder festejar a quadra natalícia com antecedência...

 

Para além disto, acho que a partir de hoje toda a gente devia andar com uma musica natalícia no telemóvel, ou em qualquer outro aparelho tecnológico, ou até mesmo na ponta da língua, assim se se depararem numa situação mais violenta põe aquilo a tocar para acalmar os ânimos. Já sabem, em caso de assalto não tentem negociar, cantem o jingle bell.